Grupos políticos anti-Mossoró não se conformam com a iminente derrota. Caiado declarará apoio oficial amanhã em carreata no Céu Azul

Não foram só as pesquisas que incomodaram os grupos políticos liderados pela adversária do atual prefeito e candidato à reeleição Pabio Mossoró (MDB), Leda Borges (PSDB). Especialistas políticos consultados garantem que Pabio só perde para ele mesmo, diante da satisfação do povo Valparaisense que vê em sua administração a continuidade do progresso para a cidade

Inconformados com a crescente popularidade de Mossoró e sua ascendência sobre os adversários, blogs e sites até então desconhecidos e suspeitos, até mesmo em suas redações pobres e chulas, começaram a surgir de todos os cantos.

As últimas “informações” de alguns desses veículos de comunicação dão conta de que o atual prefeito e candidato tem ameaçado os servidores de sua prefeitura de exoneração caso não o apoie em sua empreitada. Segundo os sites, bandeiras, panfletos e empolgação estão faltando na campanha, o que deixou o candidato irritado.

Mantivemos contatos com Pabio Mossoró que afirmou categoricamente: “Temos o maior respeito e carinho com nossos servidores, sejam eles efetivos ou comissionados, e a prova disso são as baixas exonerações ao longo de nosso mandato. Se não pedem para sair e não exoneramos é sinal de que a administração vai muito bem obrigado. Intrigas da oposição nós já estamos acostumados e a resposta virá nas urnas”, disse.

Conversamos com alguns servidores da prefeitura e as respostas vão muito de encontro ao divulgado. Com pedidos para não serem identificados, alguns ficaram indignados com a falta de ética e respeito dos adversários que sabem que o que é bom tem que continuar.

“Isso é uma covardia e sujeira muito grande que estão fazendo. Moro em Valparaíso há 17 anos e me orgulho de ver a minha cidade crescer como tem crescido na administração do Mossoró”, disse um servidor.

“Trabalho na prefeitura há duas gestões e posso garantir que nunca tivemos tanto apoio de um prefeito como agora. Nos outros mandatos sequer podíamos chegar próximo de um “deus” desses e com o Pabio chegamos a levar as demandas diretamente para ele”, afirmou outro servidor.

Um dos carros chefe do governo de Pabio foi a aplicação dos recursos necessários cedidos pelos governos federal e estadual no combate à pandemia do Coronavirus. Obras e mais obras não pararam um só instante, mesmo com a doença em pleno vapor. “Resolvemos seguir à risca as orientações dos governos federal e estadual e o resultado não poderia ser outro senão o controle da pandemia em nossa cidade. Tivemos até o último dia 5 apenas 125 mortes o que nos pontua entre as menores cidades do país em casos de óbitos. Mediante isso, o povo precisava de infraestrutura e educação e não deixamos isso para trás. Continuamos investindo paralelamente e os resultados estão aí com o reconhecimento da população para que continuemos nosso trabalho, afirmou Pabio.

Bom, dia 15 está chegando e a população está pronta para escolher seu candidato. Pelas pesquisas e opiniões de especialistas, Pabio continua sendo o candidato com maior potencial a reocupar a cadeira número 1 do executivo, o que seria inédito para a cidade que nunca teve um prefeito reeleito.

Enquanto isso, o candidato segue sua campanha rumo à reeleição com a mesma humildade que o levou ao primeiro mandato com a aprovação e 51% dos votos da população.

Governador Caiado na carreata de Pabio Mossoró

Nesse momento o governador Ronaldo Caiado (DEM-GO) acaba de confirmar a presença numa mega carreata a ser realizada amanhã (10/11) ás 13:30hs no Céu Azul, um dos redutos da adversária Leda Borges (PSDB).

Será que Leda dará o troco convidando Marconi Perillo para sua carreata final?

Que venha dia 15!

Artigo anteriorSala de monitoramento da PM ajuda a reduzir assaltos nos ônibus no DF
Próximo artigoMédico suspeito de pagar estudante para trabalhar em seu lugar e aluno são soltos após pagarem fiança