Governador ‘turista’ do Piauí viajou para 13 países em 7 meses

Governador do Piauí Rafael Fonteles já é tratado como turista por viagens pelo mundo bancadas pelos piauienses. Fotos: Reprodução Tiktok

Petista Rafael Fonteles alega ‘buscar investimentos’ para Estado com 50,4% vivendo na pobreza

Diário do Poder…

China, Japão, Coreia do Sul, Estados Unidos, Espanha, Alemanha, Estônia, Portugal, Catar, Suécia, Inglaterra, Itália e até o Vaticano. Esta é a lista de países pelo qual passou o governador do estado nordestino que mantém 50,4% de sua população vivendo na pobreza, com renda mensal de até R$ 665,02. Em um intervalo de sete meses, Rafael Fonteles (PT) passou por doze países de três continentes, em missões oficiais que consumiram impostos, sob a alegação de que busca atrair investimentos para desenvolver o Piauí.

De volta ao Brasil na última segunda-feira (6), após novo circuito de viagens a países asiáticos, o gestor de um dos nove estados brasileiros que mantêm na pobreza mais da metade de sua população já é reconhecido como “governador turista” em memes das redes sociais que compilam registros do próprio petista pelo mundo, sempre ao lado da primeira-dama Isabel Fonteles, e até da sogra.

Até escritórios estaduais em países europeus o governador decidiu criar, a exemplo do Investe Piauí Estonian Trade Office, que tornou o estado a primeira entidade brasileira a ter um escritório físico na Estônia, inaugurado em abril.

Visita ao Vaticano e sogra na China

O vice-presidente do Partido Liberal (PL) no Piauí, Daniel Pereira, contesta a alegação de Rafael Fonteles de que as missões oficiais buscam investimentos para melhorar a vida dos piauienses, questionando qual investimento o petista foi buscar no Vaticano, e ainda levando sua esposa e a sogra à China.

“Qual a empresa que quer investir no Piauí e fala assim: ‘Governador, traz aí sua sogra e sua esposa, vamos conversar sobre investimento no Piauí’? Seu mandato acaba em 2026 e você está prometendo hidrogênio [verde] para 2027, para ficar viajando com sua família”, criticou o líder estadual do partido do ex-presidente Jair Bolsonaro, citando o compromisso da Green Energy Park de investir R$ 50 bilhões em um parque de hidrogênio verde, no Piauí.

Justificativa

Na segunda-feira, Rafael Fonteles reagiu às críticas que viralizaram nas redes sociais, convocando coletiva de imprensa para apresentar “resultados” de sua missão de dez dias nos países asiáticos. E citou encontros com representantes de gigantes globais da tecnologia, da engenharia, da educação e de outras áreas.

O estudo do Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN), divulgado em maio, incluiu o Piauí entre os nove estados que contrariam a tendência de redução da pobreza, da qual saíram mais de 10 milhões de brasileiros em 2022, e mantêm maioria de suas populações vivendo com uma renda mensal de até R$ 665,02.

Todas as viagens foram aprovadas por deputados da Assembleia Legislativa do Piauí (ALEPI).

Veja o meme que viralizou sobre suas viagens:

E a crítica do vice-presidente do PL no Piauí:

Artigo anteriorÚltimos dias para o recadastramento na lista de espera por vaga em creche
Próximo artigoSenado aprova reforma tributária em 1º turno com placar apertado