Esquerda preocupada: Em 2026 Senado pode ter 4 Bolsonaros

Eduardo, Carlos, Flávio e Michelle Foto: Zeca Ribeiro / Câmara dos Deputados; Foto: Renan Olaz/CMRJ; Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado; Foto: Zack Stencil/PL

Nos bastidores da política uma possibilidade tem tirado o sono de muitos esquerdistas que ocupam vaga no Senado Federal: O clã Bolsonaro, composto por Michelle, Eduardo, Flávio e Carlos podem concorrer a uma cadeira e com grandes possibilidades de obterem êxito

São 81 senadores na Casa e para o próximo pleito cada estado terá o direito de eleger 2 senadores.

Ocupado por muitos governistas que tem decepcionado os eleitores, e que na boca miúda querem eliminar a direita, eleitores esclarecidos mandam um recado onde dizem que para esses “seus dias estão contados”.

Senadores tradicionais e de carteirinha como Humberto Costa (PT-PE), Eliziane Gama (PSD-MA), Jorge Kajuru (PSB-GO), Soraya Thronicke (PODEMOS-MS), Paulo Paim (PT-RS), Rogério Carvalho (PT-SE), Leila Barros (PDT-DF), Renan Calheiros (MDB-AL), Omar Aziz (PSD-AM), Jader Barbalho (MDB-PA) e Randolfe Rodrigues (Sem Partido/AP), são nomes que poderão ficar de fora, já que terão que convencer, e muito, seus eleitores de que podem ter mais 8 anos de mandato.

Direita reforçada

Nomes novos na política de Direita vão dar muito trabalho ao governo, caso Lula seja reeleito, como são os casos do senador Cleitinho (Republicanos-MG), Ciro Nogueira (PP-PI), Flávio Bolsonaro (PL-RJ), Jorge Seif (PL-SC), Magno Malta (PL-ES) e Marcos do Val (PL-ES), além de Eduardo Girão (NOVO-CE). Isso sem contar que muitos deputados federais de direita podem migrar para o senado, como é o caso dos deputados Nikolas Ferreira (PL-MG), o mais votado nas eleições de 2022 e Gustavo Gayer (PL-GO).

Nesta sexta-feira (7), o presidente nacional do PL, Valdemar Costa Neto, lançou o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP) ao Senado por São Paulo, acreditando que ele “será o senador mais votado do Brasil” nas eleições de 2026.

Já o senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ), eleito em 2018, disse que concorrerá a mais um mandato pelo Rio de Janeiro.

O vereador do Rio de Janeiro, Carlos Bolsonaro (PL), adota comportamento discreto e não fala sobre o assunto. Mas pessoas próximas a Carlos dizem que ele almeja concorrer ao Senado em 2026. Se confirmadas as candidaturas, a dupla Flávio e Carlos concorrerá pelo Rio, já que nas próximas eleições à Casa Legislativa cada estado terá de eleger dois senadores.

É meus amigos, tem muita água para passar por baixo dessa ponte, mas com toda certeza teremos a oportunidade de observar até que ponto a Direita brasileira estará mesmo ao lado do povo e qual o tamanho de sua força.

Veja a atual composição do Senado Federal por Nome, Partido e o Período de mandato:

Da redação

Artigo anteriorRenovaDF transforma complexo esportivo da Metropolitana, no Núcleo Bandeirante
Próximo artigoParcerias para ajuda ao Rio Grande do Sul são destacadas pelo Rotary Club de Brasília